Nome

 

Não fui batizado; por isso, em cada vila por onde ando, me chamam por um nome diferente. Em alguns lugares não me chamam, nem sequer me dirigem a palavra; em outros, tenho vários nomes. Ocorre, e não é raro, que duas ou três pessoas me chamem ao mesmo tempo, e cada uma diga um nome que as demais nunca ouviram; então me olham, admiradas. Nessas ocasiões, costumo ficar só.

 

 

contato   biblioteca   discussões   digressões   ensaios   rubaiyat   contos   textos   poemas   conexões   ao cubo