Giovana de Salles">

 

 

Novamente ele vê

(escombros da casa em que se viveu feliz)

Giovana de Salles

 

Como uma superfície reflexa — espelho ou vidro — mas, sem brilho.

Maquiada de poeira. Anônima.

Jogada.

Aos pedaços.

Em frente seu muro.

Pichado: estrela da madrugada.

Tem sereno. Papel de bala. E as formigas dormem.

 

 

contato   biblioteca   discussões   digressões   ensaios   rubaiyat   contos   textos   poemas   conexões   ao cubo