Solidão

Mara Cunha

 

Era bem pequena, se comparada à pá que carregava.

Tinha fúria no andar, e pressa. Não eram menos ferozes os insetos que subiam pelos seus pés.

Ela, crescia quando se aproximava da alvura dos lençóis na sua cama; parecia-lhe um bom lugar para cavar uma vala. Criaturas terríveis enterradas ao longo do seu leito.

Ao terminar, adormeceria em sua cama tíbia.

 

 

contato   biblioteca   discussões   digressões   ensaios   rubaiyat   contos   textos   poemas   conexões   ao cubo